Avançar para o conteúdo principal

Hasta la Victoria Siempre! Havana, encantada!



De cada vez que se viaja há uma parte de nós que muda, que cresce, que evolui.

2016 foi o ano de Cuba, antes que o levantamento do embargo mude tudo por lá e o país deixe de ser aquilo que é hoje.

Foram 11 dias de descoberta, de mochila as costas, a coleccionar sorrisos e palavras doces.

Foi isto tudo que vos conto aqui e mais e, por isso, regressei encantada de ti, Cuba.




Episodio 1/5: Havana


O que dizer de Havana? A cidade que não desilude! As expectativas sobre a capital cubana eram altas e foram facilmente atingidas. 

Não é cliché dizer-se que estar em Havana é recuar no tempo: a cidade está como que congelada e perfeitamente inócua aos vícios do capitalismo. 



Os edifícios coloridos de estilo colonial dão a Havana um ar histórico e as ruas por onde circulam cadilacs e outras pérolas da mesma época fazem-nos sentir como se estivéssemos num filme. 

Além da côr e dos clássicos, Havana dá-nos calor; na temperatura e no trato do cubanos - que são simpáticos, sorridentes, prestáveis e uns verdadeiros Don Juans com as meninas - é típico despedirem-se de uma conversa simples com um "cuida-te corazón" e isso é estupendo!

De Havana vou guardar o Paseo de Prado, onde miúdos e adultos convivem, brincam, correm e fazem uma pausa ao final do dia. 

Vou ficar para sempre com o sentido de vontade e luta que está presente na Praça da Revolução, sobre o olhar atento dos murais de Che Guevara e Camilo Cienfuegos. 



Vou querer lembrar-me muitas vezes de tudo o que vimos enquanto caminhávamos por Havana Velha: as barbearias tradicionais, as roupas estendidas nas varandas, a fruta vendida cortada aos pedaços, as prateleiras vazias de muitas lojas de utilidades e até de farmácias - para saber dar valor à facilidade e abundância que nos dão a nós (europeus) acesso a tudo e que, infelizmente, demasiadas vezes damos como adquirido.

Havana é um retrato de todos os cubanos: a alegria de uma vida simples ao som do uma rumba quente.

Fiquem atentos aos próximos episódios, há muito mais para revelar sobre Santiago de Cuba, Trinidad, Cienfuegos e até Varadero. 

Vemo-nos por aí! 

Comentários