Avançar para o conteúdo principal

Let´s get Minimal?






Minimalismo.
Afinal, o que é isto da vida Minimalista? 
É simples. É isso mesmo: simples. 
Para os minimalistas principiantes, como eu, basta começar com algumas mudanças pequeninas e de repente ver resultados maravilhosos. 
Quem se quer juntar nesta "aventura"?


Descobri o Minimalismo por acaso: um artigo aqui, uma reportagem ali, e dei por mim a pensar que havia muito daquilo a fazer sentido. Vejamos:


1. Um dos conceitos mais básicos do minimalista é viver com "menos": menos objectos, menos moveis, menos roupas, ou seja, destralhar! E quantos de nós não se perdem, todos os dias, no meio da confusão de coisas que temos! 

Comecei então a optar por um estilo de decoração mais clean: tons básicos e claros, poucos acessórios sobre superfícies planas (cómodas, mesinhas de cabeceira - aliás, desde sempre que só tenho uma - estantes e prateleiras), tecidos com padrões lineares...

As vantagens são imediatas: gastamos muito menos tempo com as limpezas, não andamos constantemente a apanhar coisas para pôr de um sitio para o outro, não há centros de mesa que tem de ser retirados sempre que se faz uma refeição, não há coisas na cozinha que tem de se arrastar para um canto  do balcão de cada vez que vamos preparar a comida e voltar a por no mesmo local depois de tudo... enfim... aquelas coisas que nos consumiam tempo e chateavam e nós nem nos apercebíamos disso.

2 - Quanto às cores: o ideal é escolher uma paleta de cores que gostem e que combinem com os brancos e os cinzas - porque a partir daí todas as combinações são permitidas e possíveis. Se a base da decoração forem os tons neutros (o branco e os tons naturais da madeiras) podem conjuga-los com quaisquer outras cores criando ambientes calmos e tranquilos e também divertidos e alegres quando misturam uma cor mais "viva" (azul, verde, amarelo). 

O gosto pessoal de cada um vai ditar o resultado final, mas o principio é sempre o mesmo: simplificar!

Ah, e quanto a livros e cd´s e revistas: há sempre margem para reduzir também (por mais que vos pareça impossível!!) - façam uma doação, a uma escola, a uma instituição, entreguem numa livraria...

Escolham o vosso Top 10 de livros e os restantes têm de ir embora.

3 - As mesmas dicas aplicam-se ao guarda-roupa: menos quantidade, 4 ou 5 tons predominantes, menos padrões complicados e neste campo acrescento uma regra - sempre que entra uma peça nova (sapatos, calças, carteira, lenço, colar) tem de sair uma antiga correspondente. E é para cumprir! 

Daqui resultam duas coisas: 

- acabam por comprar apenas o que realmente precisam: porque se não tiverem uma "correspondente" para libertar é porque não precisam da nova;
- é muito, muito, mas mesmo muito mais fácil escolher a roupa todos os dias: o matching de cores está sempre garantido!

Antes de passarem a esta fase tem de dedicar umas horas a fazer uma "limpeza" geral ao armário e quando hesitarem naquela peça que usaram uma vez (ou menos) este ano, mas que acham que vai ser super útil no próximo... esqueçam: é para entrar no saco das doações! O mesmo para os sapatos. E malas e carteiras.

4 - E para terminar, uma nota final sobre plantas.

Vasos e flores são obrigatórios numa casa feliz e leve - apostem nisso! além do mais são um escape fabuloso porque precisam de carinho e cuidado e todo o tempo que gastem a tratar de plantas é tempo ganho a alimentar a alma e a acalmar o espirito. 

Há imensas soluções para hortas ou jardins em apartamentos e espaços pequeninos, portanto não há desculpas possíveis para não terem as vossas flores de eleição a crescer em casa ou um cantinho de ervas aromáticas para usarem na cozinha.



Deixo-vos também algumas sugestões de páginas que podem seguir se tiverem curiosidade sobre o tema e quiserem saber mais. Afinal isto foi só um bocadinho do muito que o minimalismo pode fazer: em casa, no trabalho, com as pessoas e por nós mesmos.

- Minimal Blog:
 http://mmminimal.blogspot.pt

- The Busy Woman and the Stripy Cat:
 http://busywomanstripycat.blogspot.pt

- The Minimalists:
 http://www.theminimalists.com

Go.Minimal.Go! 
Depois de começarem, não vão querer outra coisa. 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

InterGoView { Take 11} - Sobre a volta ao Mundo com partida em Guimarães

Quem me lê com alguma regularidade já percebeu que eu acredito nas coisas boas da vida e de como, com empenho e determinação, podemos realizar a maior parte das nossas vontades (ou sonhos, como lhes prefiram chamar).
Exemplo disso é a história do Neto e da Lili! Apetece-vos uma historia da volta ao Mundo dos tempos modernos: pois aqui está ela! Porque como disseram eles mesmos:
"É sempre um prazer falar de viagens, em particular da nossa. Era um sonho fazer uma viagem deste género, a nós também nos parecia um sonho difícil de realizar até termos dado os primeiros passos para o concretizar. Só temos esta vida, logo não dá para deixar para depois."

Porto Secret Places & Um duplo piso com sabor à Bretanha

Cada vez me convenço mais que mesmo que a "movida" da Invicta me deslumbre, o que me encanta verdadeiramente ainda são aqueles espaços onde se juntam três factores "de luxo": boa comida, boa bebida e q.b. de sossego.
Talvez por isso tenha ficado tão bem impressionada com o Le Gwenn Ha Du: os crepes são maravilhosos, a cidra é do mais original que se pode querer e consegue-se aquela raridade que é ter uma refeição acompanhada de uma boa conversa - sem multidões, sem salas com mais de 40 pessoas, num ambiente acolhedor e típico.

InterGoView { Take 7 } - A Kate e a sua Wandering Life

Chegamos a Março e a Primavera começa a chegar de mansinho... E o que liga melhor com bom tempo, dias mais compridos, sol e céu azul? Ah pois é! Passeios! 
Por isso mesmo, para a entrevista deste mês desafiei a Catarina Leonardo, autora do blog Wandering Life.
Venham daí também e descubram ideias para as vossas férias. Porque férias, são sempre uma boa inspiração, certo?