Avançar para o conteúdo principal

Indonésia das ilhas sem fim! - Vou ali e venho já! Street view photography #7



Digo vezes sem conta que o Mundo é um milagre: por mais que a ciência nos explique como tudo começou e evoluiu, às vezes (muitas vezes) é impossível acreditar que não há, neste planeta onde crescemos, um dedinho de magia - ou do que lhe queiram chamar.


Sítios como a Indonésia são a prova disso mesmo... Nunca lá estive "de verdade" mas esta viagem do Vou Ali e Venho Já fez-me descobrir um novo Oriente, a fervilhar de vida desde o centro da Terra, das florestas densas por contrapartida às ilhas desabitadas, das fendas tecnónicas que quase nos dizem que é aqui que bate o coração do planeta.

Ai Indonésia que és como um novelo, carregado de voltas, vivências, de bocadinhos de tudo.. ou não fosses tu:

- rainha da biodiversidade;
- casa de lições hindus, budistas e cristãs;
- solo para mas de 250 milhões de habitantes (sabiam que é o 4º país mais populoso do Mundo??)
- tu que nos falas em tantas línguas...
- arquipélago de história e de lendas

Indonésia, nação Bhinneka Tunggal Ika, una na diferença. 



Não vou dizer que foi rápido e simples este passeio virtual: são mais de 17 mil ilhas, 6 mil das quais habitadas e dessas procurei saber sobre as principais, como Java, Samatra, Bornéu, Nova Guiné e Celebes. Foi por lá que descobri o monte Puncak Jaya, com quase 5000 metros de altitude e o lago Toba que se estende por 1100 km2.

Registei muitas fotos e foi difícil escolher as que mais gostava.. deixo-vos algumas, que representam para mim aquilo que mais caracteriza a Indonésia: por mais gente que lá viva é, ainda, um território intocado e inóspito, quase como se estivesse à espera de ser visto, sentido e apreciado pela primeira vez. 



Dei por mim a pensar que, se tivesse e atribuir uma côr à Àsia, seria verde... verde, verde verde! 
Engraçado não é? 
Verde como os pântanos, o bambu, as florestas, as montanhas mais altas que as nuvens. 
Verde como a côr dos rios e dos estampados das roupas das suas gentes.
Verde como os arrozais e as plantações de chá. 
Verde que é também, mais que todas, a minha côr favorita.

Até um dia destes, Indonésia - espera por mim!

#GoRitaGo
#VouAliiVenhoJá

Comentários

Descobre mais!

Secret Places! As maravilhas escondidas do Porto: hoje revelamos o Buuh! e etc

O Porto está a fervilhar de sítios novos e giros e cheiinho de turistas.  E por isso mesmo também, às vezes, sabe mesmo bem descobrir um cantinho ainda sossegado, onde se possa beber um café ou um copo de vinho, ler uma revista ou ficar apenas na (boa) conversa de amigos.
Hoje vou mostrar-vos o Buuh! e etc, que fica mesmo aqui ao lado e que se tornou um dos meus locais preferidos.

InterGoView { Take 11} - Sobre a volta ao Mundo com partida em Guimarães

Quem me lê com alguma regularidade já percebeu que eu acredito nas coisas boas da vida e de como, com empenho e determinação, podemos realizar a maior parte das nossas vontades (ou sonhos, como lhes prefiram chamar).
Exemplo disso é a história do Neto e da Lili! Apetece-vos uma historia da volta ao Mundo dos tempos modernos: pois aqui está ela! Porque como disseram eles mesmos:
"É sempre um prazer falar de viagens, em particular da nossa. Era um sonho fazer uma viagem deste género, a nós também nos parecia um sonho difícil de realizar até termos dado os primeiros passos para o concretizar. Só temos esta vida, logo não dá para deixar para depois."

Porto Secret Places & Um duplo piso com sabor à Bretanha

Cada vez me convenço mais que mesmo que a "movida" da Invicta me deslumbre, o que me encanta verdadeiramente ainda são aqueles espaços onde se juntam três factores "de luxo": boa comida, boa bebida e q.b. de sossego.
Talvez por isso tenha ficado tão bem impressionada com o Le Gwenn Ha Du: os crepes são maravilhosos, a cidra é do mais original que se pode querer e consegue-se aquela raridade que é ter uma refeição acompanhada de uma boa conversa - sem multidões, sem salas com mais de 40 pessoas, num ambiente acolhedor e típico.