Avançar para o conteúdo principal

Porto Secret Places & o Pisco Sour do Panca!



Sim, achei por bem dedicar o titulo deste post ao pisco. 
Pronto, é assim. 
Só porque adoro e me traz recordarções incríveis da viagem mais maravilhosa que fiz. 
Não sei se foi por ser das primeiras aventuras pelo Mundo, ou pela ingenuidade dos vinte e poucos anos, ou pelo povo peruano que tem um coração do tamanho do Machu Pichu. 
Se calhar foi por isso tudo!


Lembro-me que durante essas duas semanas de descoberta do Peru bebíamos cerveja nacional e pisco, sempre que podíamos, servido em copos bem mais pequeninos que os do Panca (não fiquem a achar que naquela altura já tínhamos tendência para o descontrolo! pelo contrário). Mas para os peruanos, beber pisco é quase que como um momento de pausa, calma e reencontro com a alma Inca. E nós aderimos facilmente ao conceito!



Desde que soube que tinha aberto o Panca que andava com ganas de lá ir... até porque no grupo de foliões que compõe os meus amigos, temos um projecto em construção que basicamente passa por irmos (como se diz em bom português do Norte) "enfardar" a todos os restaurantes étnicos do Porto.

Porém, como acontece com quase todos os grupos de amigos também, para arranjarmos uma data conveniente a todos precisamos de um Plano de Gestão com excel, tendências de agenda, apuramento de margem de erro e estatística q.b.... eis que finalmente as estrelas se alinharam e combinamos um almoço no Panca, no feriado de Maio: último dia do mês e 5ª feira de folga para todos.

Peço desculpa aos não-vegetarianos que acompanham esta página porque não vos sei dizer nada  sobre as empanadas ou os ceviches mas pelo que foi a minha experiência, valha-me Deus! que combinação mágica de texturas e sabores: 



- o couvert é composto por pão e nachos de milhos, cortados às tirinhas, super crocantes e que ficam a matar com a tomada que vem a acompanhar! Há azeitonas também e bem temperadas!

- para prato principal escolhi uma salada de quinoa com queijo de cabra: intensa e deliciosa!

- e para fechar, os reis da festa: churros acompanhados do encantador "dulce de leche". E não é exagero absolutamente nenhum se vos disser que foram os melhores churros que já comi na vida!



A somar: um espaço giro que se farta, colorido e jovial, com um staff simpático e bem disposto.

Para repetir, com toda a certeza!

#GoRitaGo
#Veggie





Todas as fotos que acompanham este post foram retiradas da página do restaurante, que pode ser consultada aqui.

Comentários