Avançar para o conteúdo principal

Recortes & Go #5 - Ohhhh as estrelas....



"Look at the stars, look how they shine for you... And everything you do...Yeah they were all yellow..." 

Já os Coldplay nos diziam que elas brilham lá em cima e, quase sempre, é para nós - mesmo que às vezes achemos que não! 


O recorte nº 5 sai diretamente da edição de Dezembro da revista Calm e ensina-nos que olhar para as estrelas pode ser uma ferramenta poderosíssima de bem-estar e tranquilidade. Querem saber porquê? É só fazer scroll e ler o texto que se segue :)


"Mantenha os olhos nas estrelas e os pés no chão. 

Todas as noites, o mundo natural oferece-nos o espectáculo de luzes mais fantástico para que possamos desfrutar do mesmo, e sem pagar nada. Agarrem uma manta quente, saiam de casa e olhem para o céu. Com histórias de constelações e a velha sabedoria lunar em mente, criem espaço para redescobrir aquele arrepio que sentiam quando eram criança e enfrentavam as questões do universo. Ao observarmos o exterior, contemplamos o interior, encontrando o nosso espaço no cosmos.

(....)

Estrelas, esses magníficos pontos luminosos fixos no céu, uma combinação de gases e poeira, juntos pela sua própria gravidade, tiveram sempre uma grande importância para as pessoas que habitam a Terra. 

Desde uma importante ferramenta de navegação - para os exploradores do passado e do presente, até aos signos do zodíaco - com os seus traços de personalidade, as estrelas fundamentaram o folclore e as práticas religiosas de culturas em todo o Mundo.

(...)

Os indigenas australianos, a mais antiga civilização contínua na Terra, têm tradições que se sentem na dança, música e continuam, passados os seus 500.000 anos de história, a celebrar o céu noturno. A sua crença sobre a criação - o Tempo dos Sonhos, quando os seus ancestrais míticos criaram o mundo - está muito relacionado com a Natureza, a Terra e o cosmos e afirmam que as estrelas são uma parte crucial da existência humana. Sem elas nós, humanos, não existiríamos. 

Esta crença bate certo com o que dizem os físicos e astrónomos de hoje, que acreditam que tudo no Universo, incluindo humanos e o planeta Terra, tiveram origem numa poeira estelar. No centro de cada estrela existem reações nucleares fervorosas, criando a sua energia. Quase todos os elementos na Terra foram criados no coração de uma estrela, algo que continua a fluir no nosso interior até hoje. Ou seja, estamos directamente conectados com o Universo. E existe algo poético e poderoso nisso.

(...)

Quando olhamos para o céu à noite, seja em tempos de paz ou de incertezas, vêm-nos à mente essas histórias, as que surgiram antes de nós, as que nos são próximas e as que farão parte do futuro.

Encontrem força na consistência do cosmos. Peçam desejos. Quem sabe o que poderá acontecer!"


Lembram-se daquela máxima do Antoine Lavoisier? Nada se perde, tudo se transforma.
Faz sentido não faz?


#GoRitaGo
#RecortesAndGo
#Equilibrio  

Comentários