Avançar para o conteúdo principal

E a Rita foi à China! E um dia quer voltar!



Já estava prometido há muito e hoje vou contar-vos de um sonho de menina, realizado antes do tempo.

Estávamos em 2012 e eu fui fazer uma qualquer formação sobre técnicas de vendas: nesse mesmo curso foi-nos pedido que mantivéssemos sempre um conjunto de três desejos de curtos prazo e três desejos de longo prazo num papelinho (e que os fossemos substituindo à medida que os realizássemos). 

Nesse dia eu escrevi no papel, entre outras coisas, que queria ir à China. Quis sempre, desde que me lembro de pensar em viagens. Nesse dia escrevi que até 2015 queria ir à China... e de repente tudo aconteceu para que fosse antes!



16 de Agosto de 2013 - Guilin - China


"Chove copiosamente em Guilin. É como se houvesse um braço de ferro entre a chuva e o calor e nenhum dos dois está a ganhar, ou a perder, ou com vontade de desistir...

Pela rua as pessoas calçam sandálias, empunham guarda-chuvas e param nas barraquinhas ao longo dos passeios para tomar pequeno almoço: noodles acabados de cozinhar.

No hostel, depois de alguma trapalhada com os tours que tinhamos agendado, arranjam-nos um taxi para irmos montanha acima até aos arrozais.

A viagem é longa e sinuosa e a chuva não dá treguas um minuto sequer. 
Vamos em direcção a Longsheng com o objectivo de subir até Longji onde estão os sucalcos mais bonitos e menos explorados. 


Quando lá chegamos somos surpreendidos com uma pequena aldeia no vale da montanha composta por casas de madeira com telhados pretos e pontiagudos. As mulheres desta aldeia usam trajes tradicionais com sapatilhas modernas que lhes facilitam caminhar pelos trilhos que sobem ao longo dos arrozais. Têm cabelos compridos, como nunca vi, que enrolam à volta da cabeça numa espécie de turbante.

Durante mais de duas horas subimos. Por entre escadas de pedras apoiadas umas sobre as outras sempre debaixo de chuva. 

Os arrozais são feitos de um cenário diferente de todos os outros e estão inundados, como seria de esperar, mas lá no topo, bem lá em cima, a vista é soberba: 
- as montanhas
- a neblina que se confunde com o próprio céu
- os campos de arroz a brilharem de verde
- a pequena aldeia ao fundo... 
Hum... se juntarmos o cheiro intenso a terra molhada, os pés descalços e o cabelo colado à cara a pingar... temos mais um daqueles momentos que valem uma vida inteira....



Para mim, esta foi a "minha" China.
Porque como foi dito em tempos, há coisas na vida que são muito boas, e depois há as outras, as inesquecíveis."

E um destes dias falo-vos também da Grande Muralha, dos Guerreiros de terracota de Xian e da cosmopolita cidade de Shangai que nos conquista à primeira vista.

Continuem a sonhar e a escrever os vossos desejos num papelinho: acreditem que resulta mesmo!

#GoRitaGo
#viajar
#wanderlust 

Comentários